Associados
Contactos
Estatutos
Órgãos Sociais
Livros
Revista
Crianças em Notícia
Elementos para uma teoria da notícia
Jornalismo e Actos de Democracia
Memórias Vivas
O Euro e as Identidades Políticas
Os jovens e a Internet
Televisão e as imagens da diferença
EU Kids Online
Falar Cinema
Falar Televisão
Workshops
Lançamento do livro "Écrãs em Mudança"
Memória CIMJ
Seminário Internacional 2006
 
 

Quem tem medo do infotainment?

Kees Brant

Muitos investigadores na Europa e nos EUA afirmam que a comercialização e a competição no audiovisual conduz a uma diminuição da qualidade da informação política, visível no aumento dos formatos de entretenimento na informação televisiva. A justificação para esta “preocupação com o infotainment” é confrontada com uma revisão da investigação da cobertura política nas notícias televisivas num conjunto de países do norte da Europa, com um projecto de pesquisa em primeira mão sobre a cobertura das eleições de 1994 nos Países Baixos e com a discussão das assumpções explícitas ou implícitas em que essa preocupação se baseia. Palavras-chave: campanhas eleitorais, infotainment, comunicação política, informação televisiva
 

Artigos
Evitar a palavra tortura. Os media norte-americanos e o enquadramento político de Abu Ghraib
         

Quem tem medo do infotainment?
         

A campanha eleitoral de 2001 na televisão, revisitada: análise comparada do serviço público e dos canais privados
         

A construção da imagem pública e a disputa de sentidos na mísia: Lula em dois momentos
         

[ensaio] A informação na televisão: dominar imaginariamente o mundo e convencer simbolicamente do seu poder
         

Recensões
António Albino Canelas Rubim (Org.) (2005) Comunicação e Política: Conceitos e Abordagens

Stuart Allan, (Ed.). (2005). Journalism: Critical issues
         

Wilson Gomes (2004) Transformações da política na era da comunicação de massa
         
© Centro de Investigação Media e Jornalismo, 2000-2006 | última actualização: 29.04.2004