Associados
Contactos
Estatutos
Órgãos Sociais
Livros
Revista
Crianças em Notícia
Elementos para uma teoria da notícia
Jornalismo e Actos de Democracia
Memórias Vivas
O Euro e as Identidades Políticas
Os jovens e a Internet
Televisão e as imagens da diferença
EU Kids Online
Falar Cinema
Falar Televisão
Workshops
Lançamento do livro "Écrãs em Mudança"
Memória CIMJ
Seminário Internacional 2006
 
 

Tendências do Jornalismo Contemporâneo – Estarão as notícias leves e o jornalismo crítico a enfraquecer a Democracia?

Thomas E. Patterson

Resumo: Baseado num estudo sobre o jornalismo americano, este artigo aponta para duas tendências principais no jornalismo contemporâneo, as quais estarão a diminuir o interesse pelas notícias e a enfraquecer a democracia. São elas a presença crescente de notícias leves e o surgimento do jornalismo crítico. O artigo argumenta que devido a estas duas tendências as notícias são mais sensacionalistas e focadas no crime e nos desastres e, simultaneamente, mais deprimentes e negativas, devido ao “zelo colocado na procura de escândalos e do insólito”. Estas tendências provocaram um diminuição do interesse pelas questões públicas e pelas notícias, o que constitui uma ameaça à democracia e ao jornalismo. Palavras-chave: Jornalismo crítico, notícias leves e notícias sérias, políticas públicas, audiências.
Based on a study of American journalism, this article points to two major trends in contemporary journalism that are said to be shrinking the news audience and weakening democracy, namely the increased presence of soft news and the rise of critical journalism. Patterson argues that, due to these two trends, the news is more sensational and focused on crime and disasters, and, simultaneously, more depressing and negative due to the “zealous pursuit of scandals and wrong-doing”. The author defends that these two trends have provoked a decline in the public’s interest in public affairs and in the news, a threat to democracy and to journalism. Key words: Journalism; critical journalism; soft news; hard news; public policies; audiences
Ce texte montre deux tendances principales - la présence croissante des nouvelles légères et l’apparition du journalisme civique - dans le journalisme actuel américain, tendances qui diminueraient l’intérêt pour les nouvelles et qui affaibliraient la démocratie. L’article soutient que ces nouvelles tendances font les nouvelles plus sensationnalistes, plus ciblées dans le crime e dans les accidents, et, en simultané, plus déprimantes et négatives, par le “zèle placé dans la recherche du scandale et de l’insolite.” Ces tendances ont eu comme conséquence la diminution de l’intérêt par les questions publiques et par les nouvelles, ce qui constitue une menace envers la démocratie et le journalisme. Mots clés: Journalisme critique; nouvelles légères et nouvelles sérieuses; politique; audiences.
 

Artigos
Democracia e Direitos Humanos, no Séc. XXI

Tendências do Jornalismo Contemporâneo – Estarão as notícias leves e o jornalismo crítico a enfraquecer a Democracia?
         

Os administradores de ilusões: espectáculo, subjectividade e ideologia na cultura mediática contemporânea
         

Percursos
Entrevista a Dominique Wolton

Recensões
Dos Efeitos à Recepção: Algumas pistas de leitura

Artigos
Imagens da Imigração em Portugal
         

O Espaço Opinião na imprensa de referência portuguesa: 1980-1999
         

Qualidade percebida de quatro jornais on-line brasileiros
         

Recensões
Neveu, Érik (2001), Sociologie du journalisme

Gitlin, Todd (2001), Media Unlimited

Zelizer, Barbie e Allan, Stuart (2002), Journalism after September 11

Camponez, Carlos (2002), Jornalismo de Proximidade: rituais de comunicação na imprensa regional
© Centro de Investigação Media e Jornalismo, 2000-2006 | última actualização: 29.04.2004