Associados
Contactos
Estatutos
Órgãos Sociais
Livros
Revista
Crianças em Notícia
Elementos para uma teoria da notícia
Jornalismo e Actos de Democracia
Memórias Vivas
O Euro e as Identidades Políticas
Os jovens e a Internet
Televisão e as imagens da diferença
EU Kids Online
Falar Cinema
Falar Televisão
Workshops
Lançamento do livro "Écrãs em Mudança"
Memória CIMJ
Seminário Internacional 2006
 
 

A Guerra de propaganda de Salazar: os correspondentes portugueses e a Guerra Civil de Espanha (1936-1939)

Alberto Pena Rodrigues

A guerra de propaganda de Salazar: Os correspondentes portugueses e a Guerra Civil de Espanha (1936-1939)
A Guerra Civil de Espanha (1936-39) foi o acontecimento que mais correspondentes mobilizou na história da comunicação social portuguesa até àquela data. Tratou-se, no entanto, de uma participação altamente comprometida com um Estado Novo empenhado na defesa de Franco e da sua própria sobrevivência face às supostas ameaças do comunismo internacional. O papel dos mais de 30 jornalistas e fotógrafos portugueses enviados foi essencial na estratégia de propaganda do regime português, ao confirmar perante a opinião pública nacional, através de um discurso sensacionalista, afectivo e épico, as informações frias e pouco convincentes da rádio e dos encontros públicos. Foi também, ao contrário do que se lê na história oficial da ditadura franquista, uma das coberturas mais completas da Guerra Civil levadas a cabo por jornalistas estrangeiros, proeza que se deveu à situação de claro favorecimento dos jornalistas portugueses por parte das altas patentes franquistas e do próprio Franco. Palavras-chave: Guerra Civil de Espanha; Jornalismo de guerra; Estado Novo; Propaganda; História do jornalismo português.
 

Artigos
A Guerra de propaganda de Salazar: os correspondentes portugueses e a Guerra Civil de Espanha (1936-1939)
         

Em directo da guerra: O impacto da Guerra do Golfo no discurso jornalístico

O Jornalismo como invenção anglo-americana: comparação entre o desenvolvimento do jornalismo francês e anglo-americano, 1830-1920
         

Rádio Clube Português - da escassez de frequências à grande importância do meio radiofónico nacional (1931-1936)
         

Ensino do Jornalismo e profissionalização dos jornalistas

O Crime nos Media. Impacto e valor simbólico das histórias transgressivas

Os outros do Jornalismo

Media e libertação de identidades na cultura contemporânea
         
© Centro de Investigação Media e Jornalismo, 2000-2006 | última actualização: 29.04.2004