Associados
Contactos
Estatutos
Órgãos Sociais
Livros
Revista
Crianças em Notícia
Elementos para uma teoria da notícia
Jornalismo e Actos de Democracia
Memórias Vivas
O Euro e as Identidades Políticas
Os jovens e a Internet
Televisão e as imagens da diferença
EU Kids Online
Falar Cinema
Falar Televisão
Workshops
Lançamento do livro "Écrãs em Mudança"
Memória CIMJ
Seminário Internacional 2006
Workshop de SPSS
 
 
31-12-2004

2004 nos media
Um balanço de 2004, na área dos media, pode ser lido, hoje, no Público.

José Carlos Abrantes | 08:57 | link permanente

27-12-2004

Textos de Provedores de Leitores

No JN Faz-se um balanço do que foi mais saliente no jornalismo, em 2004. (Já não se consegue fazer link, ou pelo menos, não o sei fazer)

No Público, dois textos com origem em blogs, não citados pelos jornalistas, foram objecto da coluna do Provedor.

NO DN o tema é fotojornalismo e efeitos de real. (falta o bloco notas na edição on line).

José Carlos Abrantes | 20:08 | link permanente

EFEMÉRIDE ultrapassada
Este blog iniciou-se na Terça-feira, Dezembro 03, 2002
 
"Ola Rogerio isto esta apenas a ser experimentado... "
Foi assim que começou. já fez dois anos em 3 de Dezembro de 2002. Com as dificuldades do percurso, o blog mantém-se. Não tão regular nem tão participado como se julgava....mas continua...


José Carlos Abrantes | 18:59 | link permanente

23-12-2004

A IMPRENSA, veículo de saber
No Le Monde há 170 conferências em linha na Universités de tous les savoirs.
Algumas ainda não foram proferidas: são para um colóquio sobre a família em Janeiro de 2005. Talvez fosse interessante algum orgão de imprensa pensar numa solução destas: gostaria de ter, entre outras, a comunicação de Agustina Bessa Luís no colo´quio da Fundação Calouste Gulbenkian sobre Língua Portuguesa e ainda não a consegui.
Democratizar saberes, são pequenos actos.

José Carlos Abrantes | 09:01 | link permanente

22-12-2004

ESPENHA; FEVEREIRO- CONGRESSO INTERNACIONAL
UN SEUL MONDE, VOIX MULTIPLES ? Um ponto de interrogação de diferença

du 23 au 25 février 2005 , EMA-RTV SEVILLE (ANDALOUSIE-ESPAGNE)


Em 2005, o relatório Mcabride para a Unesco faz 25 anos. para os que dele têm memória e para os que a partir dele querem debater o mundo de hoje, há uma oportunidade próxima, em Sevilha. CONGRES INTERNATIONAL DES RADIOS ET TELEVISIONS LOCALES PUBLIQUES ET ALTERNATIVES .

José Carlos Abrantes | 18:58 | link permanente

21-12-2004

Conferência
Quem escreve sobre ciência deve estar interessado na conferência anual da National Association of Science Writers que se realiza em Washington, em Fevereiro de 2005. Registo até 15 de Janeiro.

José Carlos Abrantes | 23:13 | link permanente

18-12-2004

Falar Televisão XIX na imprensa
Sobre o Falar Televisão de 5a feira, o 19º, há ecos no Público, num texto de Ana Serafim.

“O programa humorístico Gato Fedorento, da SIC Radical, foi considerado o melhor da televisão portuguesa no ano de 2004, num debate dedicado ao tema "Televisão: o melhor e o pior de 2004", que decorreu na quinta-feira à noite e que contou com a presença de alguns críticos e responsáveis da área. A estagnação dos canais generalistas portugueses, a ineficácia do serviço público de televisão e a intromissão do Governo de Santana Lopes na comunicação social foram os aspectos mais criticados neste encontro, que se insere na série Falar Televisão, que o Centro de Investigação Media e Jornalismo organiza regularmente.”

Também o Jornal de Notícias, num texto de Ricardo Pais Barroso se refere ao animado debate da última 5a feira.
"Gato Fedorento" (SIC Radical) foi eleito como o que de melhor e mais refrescante se produziu em Portugal. E barato. Por outro lado, o caso Marcelo Rebelo de Sousa, e a intempestiva saída da TVI, foi considerada no debate como a "grande cicatriz do ano". Afinaram esta tese Eduardo Cintra Torres, crítico do "Público"; Miguel Gaspar, "Diário de Notícias"; Emília Brederode Santos, do Conselho Nacional Educação, e Francisco Teixeira da Mota, colunista especializado em Direito, também do "Público".

José Carlos Abrantes | 09:30 | link permanente

16-12-2004

Falar Televisão XIX:
HOJE

TELEVISÃO: O Melhor e o Pior de 2004

16 de Dezembro, às 21h 30,
no Jardim de Inverno do Teatro S. Luís, Lisboa

Eduardo Cintra Torres, Público
Francisco Teixeira da Mota, advogado
Maria Emília Brederode Santos, autora e responsável pedagógica de programas televisivos educativos
Miguel Gaspar, Diário de Notícias
José Carlos Abrantes, organizador e moderador

Uma iniciativa do
Centro de Investigação Media e Jornalismo (CIMJ)
http://www.cimj.org/

José Carlos Abrantes | 09:17 | link permanente

15-12-2004

IMAGENS DE TELEVISÃO: uma proibição
Foram proibidas pelo Conselho de Estado as emissões de televisão ligadas ao chiita libanês Al-Manar, emissões que haviam sido autorizadas recentemente, pode ler-se no Le Monde. O motivo foi o antisemitismo divulgado pelas emissões. A comissária europeia, Vivian Reding, mostrou-se satisfeita com a decisão.. "La décision du Conseil d'Etat montre que le partage de responsabilité au sein du système audiovisuel européen fonctionne très bien", a déclaré Viviane Reding, la commissaire européenne chargée des médias. Elle a précisé que les règles européennes "interdisent clairement des émissions incitant à la haine pour des raisons de race, de sexe, de religion ou de nationalité".
Já os Reporters sans Frontières não apreciaram a decisão.

José Carlos Abrantes | 15:03 | link permanente

14-12-2004

European Journalism Center
Vale a pena ir ao European Journalism Center e nomeadamente ao “media” landscape onde estão retratos dos panoramas mediáticos dos países europeus. O de Portugal foi escrito pelo noso colega Fernando Correia. Mas precisaria de ser actualizado pois o texto data de 2001.

José Carlos Abrantes | 08:38 | link permanente

13-12-2004

The Christian Science Monitor
Quer saber as regras para mandar uma contribuição para uma publicação prestigiada como o The Christian Science Monitor ?

José Carlos Abrantes | 21:19 | link permanente

12-12-2004

PROVEDORES NA TELEVISÃO
No Brasil TV Cultura já há um provedor de televisão . Lembro que também em França, na France 2, existe um mediador de informação, actualmente Jean Claude Allanic e uma mediadora de programas. Recordo ainda que no Curso da Arrabida, A construção do olhar, realizado em 2000, esteve prevista a vinda do então provedor Didier Epelbaum, que, na última hora, foi “desviado” para uma missão jornalística nas Filipinas. O texto da sua intervenção bem como o de Renaud Gilbert, ombudsman da Maison de Radio-Canada (que engloba rádio e televisão e que esteve presente) , sairão em 2005, num livro da coleccção Media e Jornalismo, do CIMJ. Didier Epelbaum viria depois a ser o primeiro orador convidado do Falar Televisão (27 de Fevereiro de 2002) dando conta então da Carta de Principios que estava a elaborar e da sua ex-actividade de mediador de televisão, com um programa em antena, aos sabados, depois da informação das 13h.
Em 2005 haverá mais discussão pública em Portugal sobre este assunto pois está prevista, em moldes a definir, a vinda de Jeffrey Dvorkin, presidente da ONO (Organisation of News Ombudsmen) e também de Dominique Mehl, investigadora do CNRS. O primeiro tem sido ombudsman da National Public Radio (é verdade, também há provedores na rádio), a segunda está a fazer um estudo sobre o correio da mediadora de programas de France 2, Geneviève Guicheney que também esteve no curso da Arrábida Públicos, Televisão (2001). Veio depois a convite da Comissão de Trabalhadores da RTP, em 2002, na fase em que se pensava que a RTP2 poderia ser extinta.

José Carlos Abrantes | 13:33 | link permanente

09-12-2004

Falar Televisão XIX com texto de divulgação
Televisão: O Melhor e o Pior de 2004

Houve coisas boas nas televisões em 2004? O quê?
Será que o (quase) ano de vida da 2: foi um dos bons resultados do ano? Terá havido ficção de qualidade nos vários canais? Novos talentos apareceram? Novos programas? Terá a informação atingido patamares satisfatórios? Terão os canais do cabo ganho expressão significativa nas audiências?
E quais foram os aspectos mais negativos? Pouca atenção pelos mais novos, pelas crianças, pelos adolescentes, pelas minorias ou por grupos de risco? A saída de Marcelo Rebelo de Sousa da TVI? A de José Rodrigues dos Santos da Direcção de Informação da RTP? Será o desaparecimento do canal francês Arte, dos canais analógicos, o pior do ano na TV Cabo?
E onde estarão as zonas mais negras? Nos reality shows? Na cobertura desenfreada dos processos judiciais, dos crimes e dos escândalos?
Terá sido a cobertura do Euro 2004 um bom momento na televisão portuguesa deste ano? Ou também teve os seus exageros e limitações?
Venha ouvir e falar sobre estes ou outros aspectos que considere deverem ser sublinhados


16 de Dezembro, às 21h 30,
no Jardim de Inverno do Teatro S. Luís,
ao Chiado, em Lisboa.

com

Eduardo Cintra Torres,
Público

Francisco Teixeira da Mota,
advogado

Maria Emília Brederode Santos,
autora e responsável pedagógica de programas televisivos educativos

Miguel Gaspar,
Diário de Notícias

José Carlos Abrantes,
organizador e moderador

Uma iniciativa do
Centro de Investigação Media e Jornalismo (CIMJ)
http://www.cimj.org/

José Carlos Abrantes | 23:46 | link permanente

08-12-2004

Falar Televisão
O Falar Televisão (XIX) é dedicado ao tema

Televisão: O Melhor e o Pior de 2004.

Em 16 de Dezembro, às 21h 30,
no Jardim de Inverno do Teatro S. Luís,
ao Chiado, em Lisboa.

Farão o balanço

Eduardo Cintra Torres, Público
Miguel Gaspar, Diário de Notícias

Maria Emília Brederode Santos, autora e responsável pedagógica de programas televisivos educativos
Francisco Teixeira da Mota, advogado
José Carlos Abrantes, organizador e moderador



Uma iniciativa do
Centro de Investigação Media e Jornalismo
http://www.cimj.org/

José Carlos Abrantes | 19:17 | link permanente

07-12-2004

Premio ao Ponto Media
O Ponto Media acaba de ser galardoado com o prémio de ouro de melhor blogue jornalístico em língua portuguesa, atribuído por um júri no âmbito do Deutsche Welle International Weblog Awards 2004. O facto é motivo de regozijo, porquanto este blogue (e o seu autor, o jornalista e académico António Granado), além de pioneiro, tem deixado uma marca de qualidade na blogosfera. Um abraço, pois, ao António!
O blogue do colunista Ricardo Noblat recebeu o prémio de prata, atribuído pelo público. Entre os nomeados e finalistas, encontra-se ainda o Intermezzo, cuja proeza também daqui se saúda.

Retirado do blog Jornalismo e Comunicação, texto de Manuel Pinto.

Para nos juntarmos nos parabéns ao Granado, cujo entusiasmo e saber esteve também no arranque deste blog.

José Carlos Abrantes | 00:13 | link permanente

© Centro de Investigação Media e Jornalismo, 2000-2007 | última actualização: 20.04.2007