Projectoslinks
  weblog >

MEDIA E JORNALISMO Investigação, Recursos e Ideias

Outros weblogs
Jornalismo e Comunicação
Ponto Media

 
Sexta-feira, Abril 18, 2003
 

MEDIA E JORNALISMO Ideias

Não sei quais os critérios que estão a ser usados pelo Público para inserir alguns textos na edição on line e outros não. Hoje não entrou um texto de Sebastião da Lima Rego sobre Os princípios da regulação mediática (secção Media, página 45).




 
Quarta-feira, Abril 16, 2003
 
MEDIA E JORNALISMO Recursos

Se já conhece volte lá. Se nunca lá foi, experimente. Refiro-me ao site do Courier International. Experimente por exemplo entrar em Cuba onde a notícia de abertura é o processo de Raúl Rivero contado pela mulher que esteve no tribunal. Na mesma página 3 links:um para a imprensa cubana, outro para a Cube Press (uma agência cubana que agrupa jornalistas pribidos de publicar nesse país). Um terceiro link é o dos Repórteres sem Fronteira e um último para Latin Reporters (dossiers e inquéritos sobre a América Latina). Já vi com outros assuntos e encontrei uma estrutura semelhante: o profissionalismo também se vê na net. E a ditadura em Cuba.



 
Segunda-feira, Abril 14, 2003
 
MEDIA E JORNALISMO Ideias

De momento não consigo fazer link ao texto do Eduardo Cintra Torres que hoje volta à ideia que a televisão generalista está a perder importância. Claro que está. Basta que ele escreva a dizê-lo.
Eu porém acho que se está a perder a importância é preciso batalhar porque ela a recupere. Acho que o D. Quixote é uma obra prima, caro Eduardo…Sem querer (nem poder) desempenhar esse papel, manifesto apenas a minha discordância. É preciso ligar Portugal, como diz, a RDP, sem o conseguir…Talvez outros consigam…Talvez com uma informação mais curta, mais respeito por quem vê….




 
Domingo, Abril 13, 2003
 
MEDIA E JORNALISMO Ideias

Se alguém tem dúvidas que a televisão pública em Portugal tem sido mal gerida basta ir a France Télévisions affiche des comptes positifs en 2002
e ler o artigo do Le Monde sobre os resultados de 2002 das estações públicas francesas.




 
MEDIA E JORNALISMO Ideias e Recursos

1 No Público de hoje podem ler-se algumas peças interessantes sobre a cobertura jornalística da guerra nomeadamente. Guerra Distraiu "Media" das Outras Notícias e Cobertura intensa causa stress.
A propósito do primeiro artigo julgo que o formato actual da informação pode servir os jornalistas ou as empresas mas não serve os cidadãos que têm necessidade de uma informação equilibrada, mesmo em tempo de guerra.

2 O artigo do nosso colega Telmo Gonçalves, O circo da guerra, publicado hoje, também naquela secção, não se encontra disponível para link (???). Mas vale a pena lê-lo na versão papel do jornal. Acho muito interessante o aviso final do artigo. Telmo Gonçalves apela à inteligência do espectador e aconselha-o a desconfiar "quando um qualquer saltimbanco vem anunciar a chegada á aldeia do sempre inconfundível homem bala."
Quanto às diferenças em relação à Guerra do Golfo creio que a Al Jazira representa uma diferença qualitativa que altera, significativamente, a cobertura desta guerra.

3 O Arrêt sur Images de hoje deu aliás uma atenção particular ao aparecimento da Al Jazira. No programa, intitulado Du cotê des chaines arabes viu-se a diferença de critérios em relação às estações ocidentais, a modernidade das instalações, o profissionalismo da estação e dos seus jornalistas e também... como a sintonia com o pensamento árabe pode levar a alongar os depoimentos a favor de Sadam e a encurtar os que lhe são desfavoráveis.





Listed on BlogShares
This page is powered by Blogger. Isn't yours?
© Centro de Investigação Media e Jornalismo, 2003